MEC lança edital de seleção com mais de 3900 vagas para Professores.

O Ministério da Educação (MEC) lançou um novo edital para a seleção de 3920 vagas para professores. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, participou do lançamento, que começou com 45 minutos de atraso. Para ele, as contratações melhorarão o desempenho dos estudantes.

As vagas são oferecidas pelo programa Ciência é 10, cujo edital será lançado no dia 30 de setembro, pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

As vagas são voltadas, prioritariamente, a professores da educação básica, que vai desde a educação infantil ao ensino médio.

Para participar, os professores precisam atuar em sala de aula, lecionando ciências da natureza – química, física e biologia e áreas afins. O professor não precisa necessariamente ser formado nessas áreas.

A seleção será feita por meio de prova e análise de currículo.

As inscrições para o processo seletivo começam na próxima segunda-feira (30/09/2019).

O programa Ciência é 10 foi lançado em abril deste ano pelo Ministério da Educação (MEC), pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Trata-se de um projeto que integra e articula as universidades públicas com os governos municipais, estaduais e federal por meio da modalidade à distância.

As vagas são voltadas prioritariamente para professores de educação básica, que compreende a educação infantil ao ensino médio.

O edital do programa Ciência é 10 será lançado no dia 30 de setembro, pela Capes. A expectativa é de que 500 mil alunos sejam beneficiados pela iniciativa.

Mais detalhes:https://exame.abril.com.br/ 

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Gostaria muito de participar muito bom projeto

  2. Era dos Boçais disse:

    tal qual fez Hugo Chavez na Venezuela o novo governo deve criar o seus próprio sistema de ensino. esse deve ser o primeiro passo para se criar a UBb- Universiadde Bolsonarista do Brasil e espero que para ser docente precise ser entrevistado por Olavita doente e terraplanista de primeira. Para não se fazer a tolice que fez a GlorioSA: matou e expulsou milhares de docentes de universidade pública e para o seu lugar , por falha da seleção, contrataram outro que no logo na primeira aula se declaram esquerdista doente capaz de doar seu sangue para derrubar o regime, como de fato ocorreu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.