CONFABULANDO: SUGESTÃO DE ATIVIDADES COM O GÊNERO FÁBULA

SITUAÇÃO INICIAL

1) Com certeza você já leu e ouviu muitas fábulas. Em grupos, tentem lembrar agora de uma delas, preenchendo a tabela abaixo:

TABEÇA2) Narre a fábula relembrada para a turma. Conversem sobre elas: são realmente fábulas? Por quê?

3) Tente definir, com as informações discutidas pela sala, o gênero FÁBULA.

4) Você já percebeu que uma fábula não é uma narrativa qualquer. Ela tem um jeito bem próprio de ser escrita. A seguir, você terá trechos de textos diversos. Procure localizar os que são de fábulas, marcando-os com X.
(  ) Um roubo espetacular. Nenhum vidro quebrado, trancas e cadeados inviolados, silêncio absoluto na madrugada.
(  ) Olá! Meu nome é Carolina, tenho 10 anos e sou fã n° 1 do JUSTIN BIEBER…
(  ) Um corvo, tendo roubado um pedaço de carne, pousou sobre uma árvore. Uma raposa o viu e…
(  ) O ataque de um cão pit bull quase matou um menino de seis anos em Porto Alegre ontem…
(  ) Um camundongo tinha medo de um gato que o espreitava todos os dias. Sábio e prudente, foi consultar o rato vizinho.
(  ) Foi comemorado o casamento do príncipe e da princesa com muito luxo e alegria, e eles viveram juntos felizes para sempre.

5) Nas fábulas, algumas características aparecem repetidas frequentemente, determinando uma organização e um estilo próprios para esse gênero. Circule as letras que correspondam às características desse tipo de texto:
a. Inicia-se sempre com era uma vez;
b. São pequenas histórias em que predominam os animais como personagens;
c. Propõe a solução de enigmas, crimes ou mistérios;
d. Os animais agem como se fossem pessoas: falam, cometem erros, são sábios ou tolos, bons ou maus;
e. Iniciam-se com um local, data e vocativo. Finalizam-se com saudação de despedida;
f. O herói ou heroína sempre se sai bem no final;
g. É comum aparecer diálogos entre animais;
h. Presença de seres ou objetos mágicos;
i. Essas histórias terminam com uma moral, um ensinamento;
j. São oferecidas pistas que podem ajudar a solucionar um enigma;
k. Há uma comparação nas fábulas entre animais e qualidades ou defeitos próprios dos seres humanos.
l. As histórias se passam em castelos, com príncipes, bruxas e fadas.
m. São narrativas curtas que tratam de certas atitudes humanas como a disputa entre fortes e fracos, a esperteza e a lerdeza, a ganância e a bondade, a gratidão e a avareza.

TEXTO INFORMATIVO:

Você sabe de onde vêm as fábulas?

As fábulas não são textos que nasceram por acaso, sem nenhuma intenção, são criações muito antigas, contadas às pessoas para transmitir-lhes ensinamentos, orientando-as a como melhor pensarem e se comportarem na época e na sociedade em que viviam.
Há referências a elas em textos sumérios de 2000 a. c. e consta que eram conhecidas pelos hindus e muito apreciadas pelos gregos. É grego o primeiro fabulista de renome: Esopo, escravo que teria vivido em meados do século VI a. C.
Quem conta ou escreve uma fábula tem alguma intenção, seja de ensinar, aconselhar, convencer, divertir, seja de criticar e, às vezes, até fazer alguém desistir de um propósito ruim ou que não lhe era favorável.
As fábulas são narrativas curtas, se utilizam de animais como personagens, os quais assumem características humanas representando certas atitudes e comportamentos próprios dos homens, com o objetivo de passar uma de lição de vida.
O prestígio das fábulas nunca decaiu. No passado constituíam a literatura oral de muitos povos (eram transmitidas, a princípio, de boca a boca, de geração em geração; em locais públicos, como praças, festas populares ou salões de baile da época; só bem depois foram registradas por escrito).
No século XVII, escritores como La Fontaine, criaram novas fábulas ou recontaram antigas, em versos ou em pequenos contos em prosa.
Monteiro Lobato, nos anos trinta, reescreveu muitas fábulas por meio da turma do Sítio do pica-pau-amarelo. E, mais recentemente, inúmeros escritores se ocuparam da arte de atualizar essas histórias para deleite de todos.

In: Sete faces da fábula. Org. Márcia Kupstas,1. ed. São Paulo, Moderna, 1992.

Questões: ( Material completo no link que segue na descrição ) CONFABULANDO: SUGESTÃO DE ATIVIDADES COM O GÊNERO FÁBULA

Fonte: https://portuguesetri.wordpress.com/

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.