Encaminhamentos Metodológicos a partir do conteúdo estruturante

O objetivo desta sugestão é criar um leitor não ingênuo , mas que seja crítico, reaja aos textos com os quais se depara e entenda que por trás deles há um sujeito, uma história, uma ideologia e valores particulares e próprios da comunidade que está inserido.

1 ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS
O TRABALHO COM O CONTEÚDO ESTRUTURANTE DE LEM E SEUS CONTEÚDOS ESPECÍFICOS DAR-SE-Á EM QUATRO MOMENTOS:

2 1- A MOBILIZAÇÃO PARA O CONHECIMENTO;
2- A PROBLEMATIZAÇÃO;3- A INVESTIGAÇÃO;4- A CRIAÇÃO DO CONCEITO.

3 A PARTIR DO CONTEÚDO ESTRUTURANTE: DISCURSO COMO PRÁTICA SOCIAL, SERÃO ABORDADAS QUESTÕES LINGUÍSTICAS, SÓCIO PRAGMÁTICAS, CULTURAIS E DISCURSIVAS, BEM COMO AS PRÁTICAS DE USO DA LÍNGUA: ESCRITA, ORALIDADE E LEITURA.

4 O PONTO DE PARTIDA DA AULA DE LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA SERÁ O TEXTO VERBAL E NÃO VERBAL.

5 PROPÕE-SE QUE NAS AULAS DE LEM O PROFESSOR ABORDE OS VÁRIOS GÊNEROS TEXTUAIS, EM ATIVIDADES DIVERSIFICADAS ANALISANDO A FUNÇÃO DO GÊNERO ESTUDADO, SUA COMPOSIÇÃO, A DISTRIBUIÇÃO DE INFORMAÇÕES, O GRAU DE INFORMAÇÃO PRESENTE ALI,A INTELECTUALIDADE, OS RECURSOS COESIVOS, A COERÊNCIA E SOMENTE DEPOIS DE TUDO ISSO A GRAMÁTICA EM SI.

6 SENDO ASSIM, O ENSINO DEIXA DE PRIORIZAR A GRAMÁTICA PARA TRABALHAR COM O TEXTO, SEM NO ENTANTO, ABANDONÁ-LA.

7 DO MESMO MODO, A PRODUÇÃO DE TEXTO SE FAZ SEMPRE A PARTIR DO CONTATO COM OUTROS TEXTOS, QUE SERVIRÃO DE APOIO E AMPLIARÃO AS POSSIBILIDADES DE EXPRESSÃO DO ALUNO.

8 AS DISCUSSÕES PODERÃO SER FEITAS EM LÍNGUA MATERNA, POIS NEM TODOS OS ALUNOS DISPÕEM DE UM LÉXICO SUFICIENTE PARA QUE O DIÁLOGO SE REALIZE EM LÍNGUA ESTRANGEIRA. ELAS SERVIRÃO COMO SUBSÍDIO PARA A PRODUÇÃO TEXTUAL EM LÍNGUA ESTRANGEIRA.

9 O TRABALHO COM O TEXTO TRARÁ UMA UMA PROBLEMATIZAÇÃO E A BUSCA POR SUA SOLUÇÃO DEVERÁ DESPERTAR O INTERESSE DOS ALUNOS PARA QUE DESENVOLVAM UMA PRÁTICA ANALÍTICA CRÍTICA.

10 INTERPRETAÇÃO DE TEXTO
PODE-SE DIZER QUE UM TEXTO APRESENTA VÁRIAS POSSIBILIDADES DE LEITURA, QUE NÃO TRAZ EM SI UM SENTIDO PREESTABELECIDO PELO SEU AUTOR. QUEM FAZ A LEITURA É O SUJEITO, PORTANTO O TEXTO NÃO DETERMINA A SUA INTERPRETAÇÃO.

11 LEITURA O PROFESSOR DESEMPENHA UM PAPEL IMPORTANTE NA LEITURA, JÁ QUE, PELA FORMA COMO ENCAMINHA O TRABALHO EM SALA DE AULA, OS SIGNIFICADOS PODERÃO SER MAIS OU MENOS PROBLEMATIZADOS, OU AS POSSIBILIDADES DE CONSTRUÇÃO DE SIGNIFICADOS PODERÃO SER MAIS OU MENOS SIGNIFICATIVAS.

12 ESPERA-SE QUE O TRABALHO COM A LEITURA VÁ ALÉM DAQUELA SUPERFICIAL, LINEAR. UMA QUESTÃO É LINEAR QUANDO BUSCA RESPOSTAS JÁ VISUALIZADAS NO PRÓPRIO TEXTO.

13 PARA COMPREENDER UM ENUNCIADO EM PARTICULAR, DEVEM TER EM MENTE QUEM DISSE O QUÊ, PARA QUEM, ONDE, QUANDO E O PORQUÊ.

14 ESTE TRABALHO TEM O OBJETIVO DE CRIAR UM LEITOR NÃO INGÊNUO, MAS QUE SEJA CRÍTICO, REAJA AOS TEXTOS COM OS QUAIS SE DEPARA E ENTENDA QUE POR TRÁS DELES HÁ UM SUJEITO, UMA HISTÓRIA, UMA IDEOLOGIA E VALORES PARTICULARES E PRÓPRIOS DA COMUNIDADE EM QUE ESTÁ INSERIDO.

15 O MAIOR OBJETIVO DA LEITURA É TRAZER UM CONHECIMENTO DE MUNDO QUE PERMITA AO LEITOR ELABORAR UM NOVO MODO DE VER A REALIDADE. Continue aqui…

Fonte e texto: http://slideplayer.com.br/

Comments

comments

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: