Como aprender e memorizar conteúdos com mais facilidade

POR JOTTA CLUB

Durante nossas vidas passamos por diversos testes e provas que servem somente para sermos aprovados em algum vestibular ou curso.
Nestes casos, apenas procuramos decorar algo e rapidamente iremos esquecer, pois não fará muita diferença em nossas vidas.
Todavia, mesmo apenas decorar algo é uma tarefa não muito fácil que diversos alunos enfrentam, mas com essas dicas que vocês irão ver aqui, esta tarefa se tornará muito fácil.
Confira agora conosco, como aprender conteúdos com muito mais facilidade.

CURTAM NOSSA PÁGINA O professor e sua “missão ”  E Atividades Escolar para Professores  E COMPARTILHE ESSE ARTIGO ABAIXO:

ENSINE OUTRA PESSOA (OU SIMPLESMENTE FINJA)
Se alguém lhe pedir ajuda em determinada matéria, não pense que ela será a principal ajudada nisso. Não, segundo estudos, aquele que ensina aprende muito mais do que mesmo quem está sendo ensinado.

APRENDA EM BREVES INTERVALOS DE TEMPO
Não adianta querer aprender tudo de repente, em tempos extensos e cansativos. Vale muito mais a pena aprender e estudar conteúdos em tempo determinados, por exemplo, 40 minutos para cada matéria e uma pausa.
Dessa maneira seus estudos serão muito mais produtivos, pois a partir de 50 minutos seu cérebro ficará totalmente cansado e não aprenderá muita coisa.

USE O PODER DO ESPAÇAMENTO MENTAL
Embora pareça contra-intuitivo, você pode aprender mais rápido quando pratica o aprendizado distribuído ou “espaçamento”. Em uma entrevista ao The New York Times , Benedict Carey, autor de How We Learn: A surpreendente verdade sobre quando, onde e por que acontece , diz que aprender é como regar um gramado. “Você pode regar um gramado uma vez por semana durante 90 minutos ou três vezes por semana durante 30 minutos”, disse ele. “O intervalo da rega durante a semana irá manter o gramado mais verde ao longo do tempo.”
Para reter material, Carey disse que é melhor rever as informações de um a dois dias depois de estudá-lo pela primeira vez. “Uma teoria é que o cérebro realmente presta menos atenção durante intervalos curtos de aprendizagem”, disse ele na entrevista. “Assim, repetir as informações por um longo intervalo – digamos, alguns dias ou uma semana depois, em vez de em rápida sucessão – envia um sinal mais forte para o cérebro de que ele precisa reter as informações”.

TIRE UMA SONECA DE ESTUDO
O tempo de inatividade é importante quando se trata de reter o que você aprende, e conseguir dormir entre as sessões de estudo pode aumentar o seu retorno até seis meses depois, de acordo com uma nova pesquisa publicada na Psychological Science .
Em um experimento realizado na França, os participantes aprenderam a tradução em suaíli para 16 palavras francesas em duas sessões. Os participantes do grupo “acordar” completaram a primeira sessão de aprendizagem pela manhã e a segunda sessão à noite do mesmo dia, enquanto os participantes do grupo “sono” completaram a primeira sessão à noite, dormiram e depois completaram a segunda sessão. sessão na manhã seguinte. Os participantes que dormiram entre as sessões lembraram cerca de 10 das 16 palavras, em média, enquanto aqueles que não dormiram lembraram apenas cerca de 7,5 palavras.

CURTAM NOSSA PÁGINA O professor e sua “missão ”  E Atividades Escolar para Professores  E COMPARTILHE ESSE ARTIGO ABAIXO:

Comments

comments

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.