A FUNÇÃO DO PROFESSOR E AUXILIAR EDUCACIONAL NA ADAPTAÇÃO

“Quanto ao professor, este deve estar proporcionando um ambiente agradável e acolhedor com atividades lúdicas e prazerosas as quais supram o processo de separação vivido pela criança, e que estimule a sua individualidade e socialização, como músicas e danças, jogos e brincadeiras, histórias dentre outras, dessa forma o professor irá conquistar a confiança da criança e conseqüentemente facilitará o processo de adaptação e socialização da mesma, principalmente em se tratando da pré-escola.
O professor nesse processo aparece como mediador principal no contexto da adaptação à vida escolar. Assim como as crianças e os pais, nesse momento, também passa pelo processo de adaptação, pois a cada ano que se inicia novas experiências, novas crianças, novos pais serão conhecidos. As expectativas são muitas: como serão as novas crianças? Serei bem aceita por elas? Será que elas confiarão em mim? Ademais, a rotina de sala de aula e muitas vezes da própria escola são modificadas diante das peculiaridades encontradas no processo de adaptação
Enfim, o professor é o principal mediador e tem que atender as expectativas dos pais, ganhar a confiança das crianças e de seus familiares e ainda, conduzir esse processo, além de trabalhar seus próprios sentimentos. Está sendo posto o tempo todo à prova e é necessário sempre ampliar e capacitar os seus conhecimentos”.

DESENVOLVIMENTO:

  • Atividades que proporcionam o desenvolvimento das diversas formas de linguagem como cantar, dançar, imitar, balbuciar, desenhar, pintar, dentre outras;
  • Atividades que auxiliam no desenvolvimento psicomotor como engatinhar, arrastar, correr, rolar, pular, rasgar, amassar, subir, descer, andar em linha reta, empurrar
  • Atividades que instiguem a imaginação e a criatividade: faz-de-conta, reconto de histórias e brincadeiras livres

SUGESTÃO DE ATIVIDADES

Apresentação das dependências da escola, bem como de seus colaboradores e suas respectivas funções; A apresentação das dependências da escola deve acontecer de forma natural, através dos momentos de alimentação no banho, no pátio, no contato com os funcionários e demais alunos da Escola.

Roda de música;

  • Dançar ao som de CD’s;
  • Imitação;
  • Momento de leitura;
  • Roda de conversa;
  • Momento da higiene;
  • Chamada “Quem veio à escola hoje”;
  • Como está o tempo?
  • Que dia é hoje?
  • Brincadeiras dirigidas.
  • Bolinhas de crepom;
  • Dança das cadeiras;
  • Pega-pega (correr, parar);
  • Rasgar papel;
  • Pular;
  • Rolar;
  • Espreguiçar.
  • Imaginação e criatividade
  • Brincadeira livre;
  • Brinquedos de encaixe;
  • Dramatização;
  • Leituras;
  • Brincadeiras de casinha;
  • Mímica;
  • DVD.

AVALIAÇÃO:

Feita com observação, participação, adaptação de cada aluno, individualmente e coletivamente.

CULMINÂNCIA:

Confecção cartão para as mães e construção de mural coletivo para apresentação no espaço do projeto.

CURTAM NOSSA PÁGINA O professor e sua “missão “ E  Atividades Escolar para Professores  E COMPARTILHE ESSE ARTIGO ABAIXO:

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.