Planeje suas tarefas para não ser o “faz tudo” da escola

Por: Eduarda Diniz Mayrink

Muitas funções são importantes na escola, mas considero a minha, de coordenadora pedagógica, uma das principais. A qualidade do processo de ensino e aprendizagem, fundamental para o sucesso dos alunos, depende da minha atuação.

Para fazer essa função realmente funcionar é preciso rotina, prazo, tempo e planejamento. Percebi que, de vez em quando, acabo virando um “coordenador bombeiro”, aquele que fica o tempo todo resolvendo o que aparece de imediato, apagando incêndios pela escola e atendendo emergências, e que, quando termina o dia, acaba tendo a sensação que não fez nada do que deveria.

Isso acontece quando não planejo minha rotina e minhas ações mensais, ou seja, quando não tenho um cronograma a cumprir. Assim que passei a me organizar, comecei a dividir as ações fixas semanais e aquelas que serão desempenhadas a partir da necessidade do trabalho junto com o professor. Ao fazer isso, meu trabalho mudou e aos poucos fui me adaptando à realidade da escola em que trabalho. Tudo é previsto mensalmente, facilitando o meu trabalho diário.

Na minha rotina de ações fixas estão:

– Planejamentos e supervisão das ações dos professores,

– Atendimento a pais,

– Observação de sala de aula,

– Reunião com a gestão da escola,

– Momentos para estudo pessoal,

– Pesquisas para serem tematizada com os professores,

– Análise dos resultados dos alunos e rendimentos obtidos nas avaliações,

– Organização de pauta e materiais para as reuniões pedagógicas

– Realização de reuniões com a equipe.

Com uma rotina intensa, o tempo todo tento ficar ligada na questão: quais estão sendo minhas contribuições aos professores e alunos?  Respondendo a esta pergunta consigo perceber que ações vão impactar na melhoria e qualidade do trabalho pedagógico em sala de aula e como posso melhorar cada vez mais a prática do professor da minha escola. Continue lendo esse artigo…

Fonte: https://gestaoescolar.org.br/

Comments

comments

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: