Utilize cartas para promover leitura e escrita

Escrito por: Débora Garofalo

Utilize cartas para promover leitura e escrita: A Professora Débora Garofalo, conta ao site NOVA ESCOLA, sobre um projeto que aproximou alunos de São Paulo e do interior do Espírito Santo.

Entre os vários projetos que já realizei com o Ensino Fundamental I, um que sempre tem destaque especial no meu planejamento é o “Trocando cartas, uma viagem cultural entre as regiões brasileiras”.

Essa é a terceira vez que realizo o trabalho com as turmas de 4º ano e resolvi colocar uma novidade: um intercâmbio entre escolas, contemplando diferentes culturas e regionalismos, trocando experiências e boas práticas sobre o processo de uso da língua.

Utilize cartas para promover leitura e escrita

O projeto nasceu da necessidade de trabalhar o uso social da Língua Portuguesa, uma viagem ao passado desde o Império até os dias de hoje. Nesse contexto, tratamos a evolução dos meios de comunicação, das cartas, e-mails, chats, Messenger, Telegram e WhatsApp.

A motivação do programa era aliar os currículos de Língua Portuguesa, Geografia e História em uma atividade prática e de troca entre culturas. Com isso, os alunos vivenciam a utilização do nosso idioma, refletindo sobre seu uso e avançando no desenvolvimento de leitura e escrita.

Em uma conversa com Marlucia Brandão, diretora da EMEIF Boa Vista do Sul em Marataízes (ES), em um encontro nacional de professores, ela embarcou comigo no projeto e envolveu as professoras Aliciane Orechio Nunes de Souza e Elizangela Marvila Silva de Jesus. Juntas, traçamos o plano de trabalho, respeitando as especificidades das cidades e dos estudantes:

  • Conhecer e produzir textos formais e informais a partir de modelos e exemplos trabalhados em sala de aula, conhecendo as características desse gênero;
  • Ler e apreciar textos literários ligados ao tema, aumentando o repertório e entendendo a estrutura do gênero a ser trabalhado;
  • Promover discussão e reflexão sobre textos orais;
  • Conhecer sua região (no caso, a cidade de São Paulo), reconhecendo suas características e pontos turísticos, dando ênfase a geografia e história locais, realizando ligações com a comunidade onde escola está inserida;
  • Aulas externas, rodas de conversas e reconhecimento dos pontos estudados;
  • Por meio da leitura das cartas recebidas, conhecer a cultura e costumes específicos do Espírito Santo;
  • Desenvolver habilidades de ouvir, falar, interpretar e expressar opiniões pessoais.

    Utilize cartas para promover leitura e escrita

    Para ter acesso ao passo a passo desta atividade confira o link a seguir: CLIQUE AQUI e acesse a postagem no site da NOVA ESCOLA.

Fonte: Nova Escola

Comments

comments

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *