Escolas novas já pagam até R$ 20 mil para atrair professor

Busca pelos melhores professores faz colégios internacionais usarem até headhunters e instituições, que abrem em 2018, recebem enxurrada de currículos; mensalidade é de até R$ 8 mil

SÃO PAULO – O texto na tela gigantesca que exibe a apresentação para os primeiros pais que matricularam seus filhos na nova escola deixa claro: “22 dos professores vieram dos melhores colégios de São Paulo”. O evento em uma terça à noite de dezembro tem champanhe, queijo brie e foie gras para homens e mulheres vestidos em trajes finos. No palco, a agora ex-diretora do Colégio Santa Cruz fala em uma revolução na educação comparável ao Big Bang. O evento da Avenues – a escola de Nova York que abre sua unidade na cidade em agosto – reflete bem o cenário atual do mercado do ensino particular de elite em São Paulo.

“Um headhunter me ligou, não me perguntou nem quanto eu ganhava, mas disse que pagaria o dobro”, conta um profissional já contratado pela Escola Internacional de São Paulo, outra novidade na cidade, que pediu para seu nome não ser divulgado. Como ele não se interessou pela mudança, acabou sem saber que escola faria a proposta. Outro grupo que pretendia entrar no mercado de escolas bilíngues ofereceu a ele R$ 300 mil para uma consultoria.

“Ligaram lá no nosso telefone, tentando roubar a pessoa dentro da própria escola”, diz o diretor da Internacional de São Paulo, Michel Lam. Ao mesmo tempo que está contratando cinco novos profissionais, esforça-se para não perder os que já tem. Lam é o fundador da escola de inglês Red Balloon e, após vender a empresa, partiu para o mercado das bilíngues.

Para atrair professores, as escolas oferecem salários altos e benefícios não tão comuns no mercado. A remuneração chega a R$ 20 mil, 40% acima da média paga a profissionais que atuam no ensino médio de escolas particulares de elite (R$ 14 mil), como o Bandeirantes. Segundo a tabela do Sindicato dos Professores de São Paulo, alguns grandes colégios, como o Porto Seguro, pagam cerca de R$ 8 mil para docentes do ensino fundamental 1. E outros têm salários de R$ 5 mil para educação infantil. LEIA MAIS

Fonte: http://educacao.estadao.com.br/

Comments

comments

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *