Adaptações Curriculares Coordenadoria de Educação Especial

Apresentação em tema: “Adaptações Curriculares Coordenadoria de Educação Especial”— Transcrição da apresentação:

1 Adaptações Curriculares Coordenadoria de Educação Especial
Constituem um conjunto de modificações que se realizam nos objetivos, conteúdos, critérios e procedimentos de avaliação, atividades e metodologia.(Brasil,1999)Para que haja modificações nas escolas e necessário que toda a proposta pedagógica, metodológica, administrativa seja revista, concordamos com Mantoan(97) e Sassaki(98) que afirmam que é a escola que deve se adaptar as crianças, de moda a atender a todos os alunos e não o contrário.* lembramos ainda que a educação formal, justamente porque formação humana envolve a construção de valores que estão acima dos interesses individuais ou de grupos dentro da sociedade, e implicam e ampliam a formação acadêmica visando à construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

2 Aspectos significativos
Planejamento escolar e Projeto Político Pedagógico– Interação contínua entre as necessidades do aluno e as respostas educacionais efetivadas.– Concepção de currículo: fundamentos filosóficos, sócio-políticos da educação, referenciais teóricos e suportes que concretize a prática da sala de aula.A interação com pares é fundamental para o desenvolvimento integral de uma pessoa, isto é, a educação deve contemplar os aspectos cognitivos, afetivos e social do desenvolvimento humano.a aprendizagem, é significativa para os alunos, quando suas idéias são respeitadas, seus interesses valorizados, mais também quando novos assuntos são propostos pelos professores, pois é preciso criar um clima de respeito mútuo e de colaboração nas turmas.os elementos chaves de uma classe inclusiva são o ensino colaborativo, o tutoramento pelos pares e a aprendizagem cooperativa.Em relação ao currículo é claro que os alunos com deficiência possuem limitações de ordem sensorial, física, intelectual, afetiva ou social que os diferenciam de seus pares porem não podemos afirmar quando uma criança pode ou não aprender. E importante que o profª entendam que existem diferenças individuais, ritmos de aprendizagem diferenciados.a organização curricular da nossa escola possibilita aos alunos em geral oportunidades da apropriação do saber (ao nível de suas habilidades e competências, o saber conceitual, o saber fazer o saber conviver e o saber ser.Com isto estamos dizendo que cada aluno tem condiçoes de aprender e conseguir assimilar os conteudos escolares não limitando o curriculo a aprendizagem das disciplinas classicas.

3 Relativas aos objetivos e conteúdos. 
As adaptações curriculares podem ser organizativas .– Referentes ao tipo de agrupamento de alunos para realizar atividades de ensino aprendizagem, como também à organização didática da aula.Relativas aos objetivos e conteúdos.-Seleção, priorização e sequenciação de áreas ou unidades de conteúdos que garantam funcionalidade e sejam essenciais e instrumentais para as aprendizagens posteriores.– À seleção, inclusão e priorização de objetivos.-A eliminação e ao acréscimo de conteúdos, quando for necessário.Devemos levar em consideração o conteúdo das disciplinas, interligando-os aos problemas sociais contemporâneos e as concepções dos alunos acerca dos mesmos.O aluno necessita muito mais de que a aquisição de conhecimentos fragmentados.Dekirs (1998) assim se refere à questão dos objetivos do ensino: “as quatro aprendizagens fundamentais que ao longo da vida serão de algum modo para cada indivíduo os pilares do conhecimento são: aprender a conhecer,aprender a fazer,aprender a viver eaprender a ser

4 Procedimentos didáticos – Alteração na metodologia de ensino.
Avaliativas– Faz referência a variação de critérios, procedimentos, técnicas e instrumentos adotados para avaliar e promover o aluno.Procedimentos didáticos– Alteração na metodologia de ensino.– Introdução de atividades complementares ou alternativas, além das planejadas para turma.– Alteração do nível de abstração e de complexidade das atividades, ofercendo recursos de apoio.

5 Na temporalidade– Alternação no tempo previsto para realização das atividades ou conteúdos.– Flexibilidade para alcançar determinados objetivos.– Prolongamento ou redução no tempo de permanência do aluno na série, fase ciclo ou etapa.

6 Acesso ao currículo – Mobiliário adequados. – Equipamentos específico.
– Recursos materiais adaptados.– Formas alternativas e ampliadas de comunicação.– Modalidades variadas de apoio para participar das atividades escolares.

Fonte: http://slideplayer.com.br/

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *