EDUCAÇÃO DO CAMPO- Formadora: Andréia Sol

1 Formadora: Andréia Sol
EDUCAÇÃO DO CAMPO FORMAÇÃO PACTO/ UEMG 11 a 13 de agosto Formadora: Andréia Sol

2 Poema “Aula de leitura” Ricardo Azevedo
A leitura é muito mais do que decifrar palavras.Quem quiser parar pra ver pode até se surpreender:vai ler nas folhas do chão,se é outono ou se é verão;nas ondas soltas do mar,se é hora de navegar;e no jeito da pessoa,se trabalha ou se é à-toa;na cara do lutador,quando está sentindo dor;vai ler na casa de alguémo gosto que o dono tem;e no pêlo do cachorro,se é melhor gritar socorro;e na cinza da fumaça,o tamanho da desgraça;e no tom que sopra o vento,se corre o barco ou vai lento;também na cor da fruta,e no cheiro da comida,e no ronco do motor,e nos dentes do cavalo,

3 e nos dentes do cavalo, e na pele da pessoa, e no brilho do sorriso, vai ler nas nuvens do céu, vai ler na palma da mão, vai ler até nas estrelas e no som do coração. Uma arte que dá medo é a de ler um olhar, pois os olhos têm segredos difíceis de decifrar.

4 Planejamento do ensino na perspectiva da diversidade
EDUCAÇÃO DO CAMPO Planejamento do ensino na perspectiva da diversidade(Caderno 02)

5 Propostas: Leitura do Texto:
Refletir sobre a diversidade dos espaços educativos e, particularmente, na educação do campo;Leitura do Texto:Aprofundando o tema:As múltiplas realidades das escolas do campo (pag. 09)

6 EDUCAÇÃO DO CAMPOApropriação do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidação do processo de alfabetização em escolas do Campo(Caderno 03)

7 Objetivos geraisFortalecer os princípios e valores dos diferentes povos do campo, numa perspectiva inclusiva e democrática.Norteadores dos processos educativos das infâncias do campo:Estar articulado a realidade das comunidades existentes, ampliando e valorizando os conhecimentos e vínculos das crianças com a realidade em que vivem.Valorização dos diferentes saberes dos povos do campo, inclusive da oralidade e da cultura popular, como rica fonte para o letramento infantil;Respeito aos tempos e espaços formativos diferenciados em função dos interesses e modos de vida e produção da comunidade em que a escola se insere;Destaque ao trabalho e á pesquisa como princípios educativos, integrando os conhecimentos escolares e científicos ás realidades do campo, dentre outros;Prática alfabetizadora inserida em situações reais e significativas de uso de leitura e escrita, possibilitando leituras da realidade e a compreensão, por parte das crianças, das finalidades sociais da escrita;

8 Sugestão de atividades para os encontros em grupo: Ler de forma compartilhada o texto 1 ( Apropriação do sistema de escrita alfabética pelas crianças: que caminhos percorrem? Como podemos auxiliá-las em suas trajetórias de aprendizagem?) e discutir as possibilidades de alfabetizar letrando na educação do campo; refletir sobre a situação dos alunos quanto ao conhecimento dos sistema de escrita alfabética e as possíveis estratégias para atender ás crianças que ainda não tenham dominado tais conhecimentos. (Caderno 03 – pág. 57)

9 Brincando na escola: O lúdico nas escolas do Campo
EDUCAÇÃO DO CAMPOBrincando na escola: O lúdico nas escolas do Campo(Caderno 04)

10 PropostasCompreender a importância do lúdico no processo de alfabetização para as crianças do campo;Entender a importância do papel dos jogos no processo de alfabetização de crianças do campo;Compreender como os jogos podem ser uma alternativa didática que contemple a heterogeneidade de conheceimentos dos aprendizes no processo de alfabetização;Refletir sobre a necessidade do diagnóstico dos alunos e os diferentes tipos de jogos a serem utilizados na sala de aula;Planejar o ensino inserindo jogos nas propostas de organização de rotinas da alfabetização, adequando-as ás diferentes necessidades de aprendizagem dos alunos,Analisar jogos para turmas multisseriadas contemplando crianças que tenham diferentes conhecimentos sobre a escrita.

11 Propostas de Atividades:
Leitura Coletiva:Ler coletivamente o texto 3:Alfabetizar brincando: a valorização dos elementos do campo (pág. 31).Propostas de Atividades:Jogos na alfabetização de crianças do campo (págs. 21 a 30)

12 Se precisarem entrem em contato:
Até a próxima!!!!Se precisarem entrem em contato:(031)

Comments

comments

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *