Estou farta da má educação dos alunos e do protecionismo dos pais

“Estou farta da má educação de uma percentagem cada vez maior de alunos e do protecionismo dos pais”, escreveu a professora Eva Valderas, numa intervenção divulgada por um jornal espanhol. “A mim pagam-me para ensinar, não para aguentar”, diz ela, farta da crescente má educação.

É uma intervenção cheia de verdades, não só para os pais e alunos do país vizinho, mas também para os pais e alunos portugueses. Mas, não são só os pais ou os alunos os alvos visados por esta docente, que não poupa a administração, “que muda as leis que regem o trabalho dos professores sem fornecer o tipo de formação mais adequado”. E também por lá se costuma dizer, “Que bem vivem os professores”.
Fica a intervenção para que todos possam ler. Se alguém não o conseguir fazer por não compreender espanhol, traduza no “Google translate“, porque, hoje, já esgotei a paciência disponível.

 

Veja esse artigo no link que segue: Estou farta da má educação dos alunos e do protecionismo dos pais

Fonte: http://www.arlindovsky.net/

Comments

comments

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Maria Fernanda Marques disse:

    Concordo, tudo muito bem dito. É em casa que se dá educação, mas os pais hoje são de nariz empinado e têm a mania que os filhos têm que parecer meninos mimados e estupidos na escola. É aí que os pais falham. Não ensinam os filhos a serem modestos e humildes, porque a humildade faz com que todos sejam iguais na escola nos empregos a tratar de todos por igual e a respeitarem toda a gente à sua volta.

  2. Claudia disse:

    Sou professora ,aqui na bahia a falta de educaçao das crianças é gritante,perdemos a maior parte do tempo pedindo silencio fazendo intervençoes para que eles nao se agridam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *