Professor: veja os cuidados que você deve ter com sua voz

Ensinar é um trabalho extramente recompensador, mas exige do profissional alguns cuidados a mais com a saúde. Além de problemas respiratórios, psicológicos e do estresse, os docentes costumam apresentar alterações na voz, uma de suas principais ferramentas de trabalho.

Uma pesquisa nacional de 2010 feita pelo Sindicato dos Professores de São Paulo, em parceria com o Centro de Estudos da Voz, entrevistou 3.265 pessoas, sendo que 1.651 delas trabalham como docentes. O resultado foi alarmante: cerca de 63% dos profissionais já sofreram algum tipo de alteração vocal, contra apenas 35% da população em geral. Entre os principais problemas apresentados pelos educadores estão o cansaço vocal, que atinge 92,8% dos profissionais, a rouquidão (82,2?) e a dificuldade para projetar a voz (82,8%).

Para evitar essas alterações e continuar com a saúde em dia, veja as alguns cuidados essenciais que todo o professor deve ter com sua voz:

1 – Fuja do cigarro

Além das substâncias químicas nocivas à saúde, de maneira geral, o cigarro também causa irritações na garganta e nas cordas vocais. Entre os sintomas de que as coisas não estão bem com a voz de um fumante está a rouquidão, os pigarros e tosses.

2 – Não force sua voz

Em sala de aula, é comum que o professor aumente seu tom de voz para explicar a matéria ou sussurre para tirar a dúvida de um aluno durante uma prova. Essas duas ações são prejudiciais à saúde da voz, pois ambas forçam as cordas vocais e podem causar sérias lesões.

3 – Descanse

Passou a semana toda forçando sua voz? Então aproveite o sábado e o domingo para pegar leve e aproveitar momentos de silêncio. Quando nos exercitamos muito, nossos músculos ficam cansados e, muitas vezes, doloridos. O mesmo vale para as cordas vocais, que devem ser poupadas sempre que possível.

4 – Bebida alcoólica

As bebidas alcoólicas, principalmente os destilados, irritam a laringe e aumentam as chances de ocorrer um refluxo gastroesofágico, que acontece quando substâncias que estão no estômago voltam pelo esôfago. Por ser muita ácido, o conteúdo do refluxo é bastante prejudicial às cordas vocais.

Fonte: http://noticias.universia.com.br/

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *