Curso gratuito sobre Déficit de Atenção com Hiperatividade

Olá Amigos!

Qualquer criança que exceda os limites estabelecidos no ambiente familiar ou escolar escuta: “Essa criança é hiperativa”, ou frase similar. Mas você realmente sabe o que é transtorno do déficit de atenção com Hiperatividade?

Segundo a Associação Brasileira do Déficit de Atenção, conhecido pela sigla TDAH, é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e frequentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Ele se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade. Ele é chamado às vezes de DDA (Distúrbio do Déficit de Atenção). Em inglês, também é chamado de ADD, ADHD ou de AD/HD.

O transtorno é caracterizado por uma combinação de dois tipos de sintomas: desatenção e hiperatividade-impulsividade, que levam a criança a ser considerada avoada ou lunática, e concomitantemente ligada em um motor ou com bicho carpinteiro. Essas atitudes deixam pais e educadores sem saber como lidar com a situação e na maioria das vezes isso é traumático para criança, pois seu comportamento é resultado de uma patologia, e não escolha do menor em não prestar atenção à aula, ou sair correndo dessa mesma aula.

O Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais – 5.ª edição ou DSM-5 tem uma lista de sintomas que definem o diagnóstico, levando sempre em consideração a persistência do comportamento:

Sintomas comuns de desatenção:

  • Deixar de prestar atenção a detalhes ou comete erros por descuido em atividades escolares, de trabalho ou durante outras atividades;
  • Ter dificuldade de manter a atenção em tarefas ou atividades lúdicas;
  • Não escutar quando lhe dirigem a palavra;
  • Não seguir instruções e não termina deveres de casa, tarefas domésticas ou tarefas no local de trabalho;
  • Ter dificuldade para organizar tarefas e atividades;
  • Evitar, não gostar ou relutar em se envolver em tarefas que exijam esforço mental prolongado (tarefas escolares, deveres de casa, preparo de relatórios etc.);
  • Perder objetos necessários às tarefas ou atividades;
  • Ser facilmente distraído por estímulos externos (para adolescentes mais velhos e adultos pode incluir pensamentos não relacionados);
  • Ser esquecido em relação a atividades cotidianas.

Sintomas comuns de hiperatividade e impulsividade:

  • Remexer ou batucar mãos e pés ou se contorcer na cadeira;
  • Levantar da cadeira em sala de aula ou outras situações nas quais se espera que permaneça sentado (sala de aula, escritório, etc.);
  • Correr ou subir nas coisas, em situações onde isso é inapropriado ou, em adolescentes ou adultos, ter sensações de inquietude;
  • Ser incapaz de brincar ou se envolver em atividades de lazer calmamente;
  • Não conseguir ou se sentir confortável em ficar parado por muito tempo, em restaurantes, reuniões, etc.;
  • Falar demais;
  • Não conseguir aguardar a vez de falar, respondendo uma pergunta antes que seja terminada ou completando a frase dos outros;
  • Ter dificuldade de esperar a sua vez;
  • Interrompe ou se intrometer em conversas e atividades, tentar assumir o controle do que os outros estão fazendo ou usar coisas dos outros sem pedir.

O IPED oferece curso online gratuito sobre TDAH, então se você se interessou pelo assunto, aproveite essa oportunidade!

Fonte: http://canaldoensino.com.br/

Comments

comments

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Graziela disse:

    E muito importante saber sobre o comportamento das criança

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sign up to our newsletter!