6 maneiras de fazer um planejamento de aula mais eficiente

Já ouviram no planejamento de aulas colaborativo? Pois essa é uma prática que vem crescendo bastante nas escolas e facilita o trabalho dos docentes participantes. Conheça aqui 6 maneiras de fazer um planejamento de aula mais eficiente, e colaborativo.

O planejamento das aulas é essencial, mas também desafiador e toma muito tempo do educador que faz o seu todo sozinho. Ainda mais se for um professor em começo de carreira ou novo na escola. Nesse caso, seria muito bom poder usar da experiência de outros docentes ou estratégias que deram certo para fazer esse planejamento sem perder muito tempo.

Muitos professores já planejam suas aulas em grupo – chamado de co-planning, mas muitos ainda não funcionam como deveriam com reuniões longas e improdutivas, além do conflito de personalidades. Veja abaixo algumas dicas para melhorar essa situação.

Como fazer um planejamento de aula mais eficiente 

1- Dê responsabilidades bem claras a cada membro do grupo de acordo com suas habilidades pessoais

  • Cada professor do grupo pode pegar uma unidade da matéria e criar planos de lições. Ou cada um pode escolher um assunto para ficar responsável por um período de tempo. A ideia é cada membro escolher uma área em que se sinta confortável para agregar valor e conhecimento para os alunos.
  • Um professor também pode ficar responsável também em ticar cópias de textos e reunir os materiais necessários para as aulas; ou cada um faz o seu. O importante é deixar tudo bem claro.
  • Outro ponto a ser considerado é que, mesmo professores com estilos diferentes de ensino podem se ajudar. Um fica responsável por fazer o planejamento oficial das aulas e aí cada se adapta com seu jeito de ensinar. Pode acreditar que é bem mais fácil do que fazer tudo sozinho do zero.
  • E finalmente, a recomendação é cada professor fazer seu planejamento individual e depois todos fazerem uma reunião para mostrar seu trabalho, ao invés escreverem juntos.

2- Mantenha a ordem das reuniões em grupo com modelos de planejamento e um líder eficaz

  • Se você for organizar as reuniões colaborativas, use modelos de planejamento onde cada membro possa dar ideias de estratégias e atividades eficazes para ensinar as habilidades de cada matéria, e vá para o encontro com esse modelo completo. Lá você apresenta o modelo e economiza tempo de brainstorming.
  • Você também deve tentar capacitar um líder eficaz em sua equipe para executar a reunião. Se a pessoa responsável por liderar não tomar as rédeas da situação e não tomar decisões, determine quem é o mais sincero do grupo e converse com ele.

3- Use mais a “nuvem” para colaborações mais eficientes

  • Se o seu grupo não gosta de sites ou aplicativos de planejamento de aulas, como o planbook.com, a recomendação é usar ferramentas gratuitas como o Google Drive, que mantém arquivos compartilhados na nuvem. Você pode criar Google Docs ou Google Spreadsheets para suas aulas e compartilhar com toda a equipe. Os colegas podem comentar ou editar os arquivos, ou seja, todos podem dar ideias de onde estiverem, sem ter que esperar a reunião. No Google Drive, todas as alterações são salvas imediatamente, sem precisar de atualizações.
  • Ainda no Google Drive, vocês podem ter um único arquivo grande para todos ou cada um pode ter o seu individual para compartilhar (neste caso, combinem para que todos tenham a mesma formatação).

4- Partilhe o trabalho prático de fazer cópias e separar materiais para a preparação

  • Se toda a sua equipe tem que ter pastas, cadernos, livros, fazer cópias, providenciar materiais para a aula, crie um sistema em que cada um de vocês se revezem preparar tudo isso. Cada um pode ficar responsável por essa tarefa por uma semana ou um mês e o líder a equipe pode supervisionar tudo, relembrando o que deve ser feito.

5- Faça o melhor com tudo o que seus colegas oferecerem

  • Pode acontecer de seus colegas não diminuírem tanto o seu trabalho ou ainda proporem lições que você nunca usaria. Não gaste tempo com ressentimento pois é um tempo perdido. Tente ser o mais específico possível para o seu colega sobre o que você precisa, elogie um trabalho bem feito (para reforçar o tipo de desempenho que é útil para você), e fale por si mesmo se estão tirando vantagem de você. Além disso, lembre-se que você só pode controlar suas próprias ações, e não permita que sua energia seja drenada por um colega que não é útil.
  •  Não resista à ideia de co-planning só porque você tem um estilo de ensino diferente dos seus colegas. Foque no que você pode usar de bom vindo deles. Pode até parecer mais fácil fazer tudo do seu jeito, mas pense que tudo é um benefício para você também. Aceite o planejamento que os membros da equipe fornecerem e simplesmente deixe de fora as coisas que você não quer implementar, inserindo suas próprias ideias em vez disso.

6- Crie sua estratégia de planejamento além da equipe

  • Muitos professores gostam de planos de aula colaborativos, mas às vezes não se dão bem com o colega ou não confiam neles para trazer recursos efetivos. No entanto, se você tiver pelo menos um professor que você possa planejar junto, o trabalho já será feito pela metade, então vale a pena mesmo assim.
  • Outra ideia é procurar por alguém fora da sua escola para se reunir. Tem algum professor no seu bairro que possa planejar as aulas com você? Pode ser uma boa ideia e uma boa troca de experiências.
  • Mesmo que você não conheça ninguém na sua área, outra possibilidade é achar na internet. Existem vários tipos de grupos no Facebook para professores, chats no Twitter, hashtags no Instagram, etc. que vão te ajudar a achar outros professores para aulas colaborativas. Com ferramentas como o Google Drive, Skype, Facetime, Voxer, e por aí vai, você não precisa marcar reuniões ao vivo e não tem mais razões para você continuar fazendo tudo sozinho.

Fonte: http://canaldoensino.com.br/

Comments

comments

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sign up to our newsletter!