Professores podem conferir sete dicas de filmes para trabalhar em sala de aula

E para não ficar de fora do assunto, a Educação, por meio da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), selecionou sete dicas de filmes que contém conteúdo relevante para os professores da maior rede de ensino do País trabalharem em sala de aula, atividades que visam o aprimoramento da aprendizagem dos alunos, Confira abaixo:

1) A Rosa Púrpura do Cairo – Em área pobre de Nova Jersey, durante a Grande Depressão norte-americana, Cecília, uma garçonete que sustenta o marido bêbado e desempregado, que só sabe ser violento e grosseiro, foge da sua triste realidade assistindo a filmes. Mas ao ver pela quinta vez “A Rosa Púrpura do Cairo” uma reviravolta acontece em sua vida.

Com “A Rosa Púrpura do Cairo”, os professores podem trabalhar, a partir da construção de sua narrativa e, também, por intermédio das figuras de linguagem, o deslocamento de situações espaço-temporais, alterações no tempo e no espaço, a mudança de sentido das palavras, entre outras atividades.

2) Crash, No limite – Do gênero drama, o filme conta a história de Jean Cabot, rica e mimada esposa de um promotor, em uma cidade ao sul da Califórnia, que tem o seu carro de luxo roubado por dois assaltantes negros. O roubo culmina num acidente que provoca a aproximação de habitantes de diversas origens étnicas e classes sociais de Los Angeles.

Os professores podem trabalhar com os alunos questões que envolvem ética e cidadania, explorando trechos do filme onde o preconceito se mostra de forma explícita. Para isso, é indicada uma conversa inicial com os alunos a fim de verificar em que medida eles entenderam a narrativa, suas tramas e como elas terminam.

3) Diários de Motocicleta – A trama conta a história de Ernesto Che Guevara que, em 1952, ainda estudante de medicina, parte, acompanhado de seu amigo Alberto Granado, para uma viagem de moto pela América Latina. Após oito meses, a moto quebra, fazendo com que os dois amigos passem a fazer a viagem por meio de caronas e caminhadas.

O filme trata de uma personagem histórica, cuja imagem é mundialmente conhecida: a fotografia de El Guerrillero Heroico, de Alberto Korda, que estampa a imagem de Che Guevara. Sugere-se uma atividade inicial em torno dessa imagem, com o intuito de descobrir se os alunos realmente já a viram e como veem o famoso guerrilheiro.

4) Gran Torino – Dirigido pelo lendário ator Clint Eastwood, o filme “Gran Torino” conta a história do veterano de guerra Walt Kowalskim, que tem sua rotina solitária e pacata abalada quando passa a ter como vizinhos imigrantes vindos do Laos.

O filme é indicado para professores de língua portuguesa, história, geografia, sociologia e filosofia trabalharem temas como ética, pluralidade cultural e trabalho e consumo.

5) Luzes da Cidade – Após se apaixonar por uma florista cega que acredita que ele seja um milionário, um homem tenta conseguir o dinheiro necessário para que ela faça uma operação que a permita voltar a enxergar. A trama, do gênero comédia, é dirigida por Charles Chaplin.

Por se tratar de um dos maiores astros que o cinema já teve, seria oportuna uma conversa inicial sobre o conhecimento dos alunos sobre Charles Chaplin, tentando explorar qual o papel do ator em diferentes épocas do cinema e qual o sentido de representar.

6) Os Pássaros – Dirigido por Alfred Hitchcock, “Os Pássaros” é um filme norte-americano do gênero suspense que conta a história da cidade de Bodega Bay, invadida por milhares de pássaros.

O filme é indicado para que os professores trabalhem temas sobre o meio ambiente e cidadania, conflitos psicológicos e conflito homem-natureza.

7) Narradores de Javé – O filme, dirigido por Eliane Caffé, conta a história de um povoado, Javé, que está prestes a ser inundado e dar lugar à represa de uma hidrelétrica. Os moradores da região chegam à conclusão de que a única maneira de impedir a tragédia é transformando Javé em Patrimônio da Humanidade. Para isso decidem transformar as lendas sobre a origem do lugar em um livro.

O filme apresenta versões diferentes sobre a origem da cidade de Javé. Neste sentido, os professores de língua portuguesa, história, geografia e filosofia podem trabalhar com os alunos a versão que lhes foi mais convincente.

“A Secretaria da Educação enviou, até 2014, cerca de 54 filmes para todas as escolas de Ensino Médio. Todos são filmes de diferentes gêneros, que trazem determinado ensinamento para quem assiste. Também são produções que não se esgotam ao longo dos anos, pelo contrário, os professores têm a oportunidade de trabalhar diversos conteúdos que podem envolver questões como ética, cidadania, sociedade, entre outras, em diferentes momentos do ano letivo”, afirma o gerente de Educação e Cultura da FDE, Devanil Tozzi.

No site do programa Cultura é Currículo, os professores ainda encontram mais curiosidades sobre os filmes citados acima, sugestões de atividades para a sala de aula, além de outros filmes enviados pela Educação às escolas de Ensino Médio. Saiba mais aqui.

Página exclusiva

Com o objetivo de deixar as aulas mais atrativas, a Secretaria da Educação oferece às escolas paulistas os projetos Cinema vai à Escola e Escola em Cena. Por meio dos projetos, a Educação estimula as unidades a exibirem filmes relacionados ao conteúdo do currículo e levarem seus alunos a espetáculos culturais.

No Portal da Educação, o interessado em saber mais sobre o Cinema vai à Escola e Escola em Cena encontra uma página exclusiva voltada para os dois projetos. Nela, o visitante encontra notícias relacionadas ao assunto, além de um gráfico com números das duas iniciativas, partes do programa Cultura é Currículo.

Fonte: http://www.educacao.sp.gov.br/

Comments

comments

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *