Alunos de Colégio Estadual de Toledo estudam em salas improvisadas

Os estudantes da sétima série aqui do colégio estadual João Cândido Ferreira estão desde ontem estudando na biblioteca da instituição, que não tem sede própria e utiliza algumas salas cedidas pela escola municipal Amélio Dal Bosco.

Apesar de a sala ter sido improvisada em meio as estantes de livros, a situação das crianças ainda é confortável, se comparada a de outra turma do sexto ano, obrigada a estudar em uma sala improvisada, no refeitório do colégio.

Uma área de circulação, aberta e sem luz adequada.

A professora de língua portuguesa também está insatisfeita com a situação.

As salas das duas turmas foram interditadas na semana passada. Uma construção do outro lado do terreno da escola abalou as estruturas do prédio. A obra tem um paredão de concreto e do outro lado foi feito um aterramento de quase dois metros, para instalação de uma piscina.

A reforma das salas é de responsabilidade do proprietário da obra vizinha, que se prontificou a resolver o problema, o que deve demorar ainda algumas semanas.

O colégio, que funciona em uma área cedida pelo município solicitou a construção de uma sede própria ao Governo do Estado em 2009, sem sucesso.

A prefeitura de Toledo doou um terreno para o Estado construir o prédio, mas segundo o Núcleo Regional de Educação, os projetos para Toledo ainda estão em discussão. Veja o vídeo acessando o link:

Alunos de Colégio Estadual de Toledo estudam em salas improvisadas

 

Fonte: http://catve.com/noticia/

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *