Autismo: novas pesquisas ajudam profissionais a detectar o problema VEJA!!

Um Estudo do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IP-USP) poderá Ajudar Você, NÃO Seu Trabalho Pela Primeira Infância, um identificar suspeitas de that de Uma Criança Solucar SEUS CUIDADOS Sofra Transtornos do espectro do autismo (TEA).

O Estudo em questão está avaliando hum instrumento, conhecido como indicadores Clínicos de Risco para o Desenvolvimento Infantil (IRDI), TEA afim de Ajudar OS Profissionais de Saúde da Atenção Básica a identificar Sinais Associados.
“Os Resultados São Bastante promissores nenhuma SENTIDO de Indicar Uma Sensibilidade parágrafo Fazer IRDI de Quadros de autismo. Nossa Amostra AINDA E Pequena, mas Estamos Trabalhando Para aumentá-la”, afirmou Rogério Lerner, professor do IP-USP e Coordenador da Pesquisa, apresentada Durante o I Seminário de Pesquisas Sobre infantil Desenvolvimento, Realizado Pela FAPESP, Por Meio de hum hum um a Acordo de Cooperação between Uma Instituição FMCSV.
TALVEZ Rápido rápido Você já saiba, mas o protocolo foi Desenvolvido Entre o ano de 2000 e 2008 Pela Equipe de Especialistas that integraram o grupo Nacional de Pesquisa (PNB) e requerido cabelo Ministério da Saúde do Pará. Fazer parte da caderneta da Criança, Servindo de Apoio à pediatras e demais Profissionais da Atenção Básica NAS Consultas de puericultura.
O IRDI Lista 31 Indicadores de Saúde, Que representam Situações favoráveis ​​ao Desenvolvimento Faz o Bebê, observados nsa Primeiros Dezoito meses de vida. A ausencia de hum OU Mais Indicadores PODE sinalizar Algum Problema, Não Só Relacionado Ao autismo.
Para avaliar a Situação da Criança, o instrumento Traz Itens that São observados e also obtidos POR Meio de Perguntas simples, Feitas AOS pais OU Responsáveis ​​cabelo Bebê, Como: “A Criança Procura ativamente O Olhar da mãe”, “A reagi Criança (SORRI, vocaliza) when Uma mãe OU Outra pessoa se dirige a ELA? “,” Cuidados de Durante Corporais OS, Uma de criança busca ativamente Jogos e brincadeiras amorosas com Uma mae? “.
MESMO NÃO tendão Sido CRIADO com a finalidade de diagnosticar Uma patologia Específica, mas, sim, de trabalhar Há. Há Uma Prevenção e Promoção da Saúde Como hum todo, o Estudo do doutor Lerner é Sua Equipe Quer Definir se o IRDI consegue, Por Meio de SEUS Mecanismos, ser suficientemente Sensível paragrafo discriminar de Quadros de autismo, Fato Que traria muitos avanços à Saúde Pública e Bem-Estar da Criança Pequena ao, com detecção precoce Uma Fazer problem.
Outra Pesquisa, desta vez realizada POR Cientistas Americanos, indica that o autismo PODE AINDA Ser Desenvolvido sem útero e Até MESMO Durante o Início da Gravidez.
Um paragrafo de base de de ESSA Afirmação foi Uma constatação de that o Desenvolvimento do córtex E interrompido em Crianças com ESSA Condição.
Pesquisadores faze-lo de da Universidade da Califórnia analisaram 25 genes NÃO Tecido cerebral de Crianças Mortas, algumas com autismo e Outras Não, Que servem Como biomarcadores de Paragrafo OS Tipos de Células, Fazer cerebro em Diferentes Camadas Fazer córtex.
Segundo Eric Courchesne, professor de neurociência e Diretor do Centro de Excelência Autismo, um dos Responsáveis ​​Pela Pesquisa, were descobertos manchas focais de Desenvolvimento interrompido dessas Camadas na maioria das Crianças com autismo.
Como Mais Regiões afetadas Pelas manchas, were o córtex frontal e temporal. O frontal E Associado em funcoes de Ordem Superior nenhum Cérebro, Como Uma Comunicação eA Compreensão de Sinais Sociais. Já OS temporais E Associado à linguagem.
Como não há interrupções Desenvolvimento dessas Camadas PODEM SERVIR do Pará base de síntomas OS fazer autismo.

Fonte: http://pedagogiadobrasil.blogspot.com.br/

 

Comments

comments

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. We’re a group of volunteers and opening a new scheme in our community.
    Your web site offered us with valuable info to work on. You have done
    a formidable job and our entire community will be thankful to you.

  2. Creme Del Mar disse:

    It’s amazing to visit this web site and reading the views of all colleagues on the topic of
    this paragraph, while I am also keen of getting know-how.

  3. Howdy! Would you mind if I share your blog with my facebook group?
    There’s a lot of folks that I think would really appreciate your
    content. Please let me know. Thank you

  4. A fascinating discussion is worth comment.
    I do think that you need to publish more on this issue, it might not be a
    taboo subject but typically people do not speak about these
    topics. To the next! Kind regards!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *