Professores do Ensino Médio podem contar com 100 jogos digitais para “modernizar” aulas

[adToAppearHere]

Os docentes da rede têm acesso a plataforma colaborativa com conteúdo interativo. Os professores da rede estadual de ensino ganharam 100 aliados para modernizar as aulas e auxiliar na participação dos jovens nas aulas. Este é o número de jogos virtuais que fazem parte do programa Currículo+, todos selecionados para complementarem as aulas do Ensino Médio.

Os recursos fazem parte do acervo hi-tech da Educação, que já conta com 2.500 itens, entre videoaulas, infográficos e games sobre todas as disciplinas. A plataforma colaborativa é atualizada rotineiramente.

O número de objetos digitais é 65% maior do que o registrado há um ano, quando foi implantado o Currículo+. Todas as opções disponibilizadas passaram pelo crivo de educadores da Educação para que dialogassem com o currículo unificado da Pasta e contribuíssem para atividades dentro e fora da sala de aula.

“O crescimento do acervo reflete na boa aceitação da rede pelo programa. Em pesquisa feita nas escolas da capital e interior paulista que aderiram ao projeto, 94% dos professores concordam que o uso do Currículo+ junto aos estudantes pode promover melhorias na aprendizagem”, afirma Olavo Nogueira Filho, coordenador do Departamento de Tecnologia de Sistemas e Inclusão Digital.

Entre as opções de jogos virtuais focados no Ensino Médio estão games sobre cultura grega, filosofia, matemática, literatura, história e atualidades. Para dar suporte aos docentes na utilização da plataforma, a Educação conta com 75 professores curadores, que têm a missão de receber, analisar e classificar todo o material enviado pelos docentes da rede. Além disso, cabe a esses profissionais adequar as sugestões de atividades com o ciclo e o currículo mantido pela rede.

Caravana da videoaula

Além de oferecer conteúdos tecnológicos aos professores, a Educação também investe na formação ampla dos docentes tanto para utilizar o Currículo+, quanto para que eles aprendam a produzir conteúdos digitais e compartilhar com a rede.

Desde a última semana, começou a percorrer pelo Estado a “Caravana da videoaula“. Em parceria com o YouTube e com a Fundação Lemann, o projeto equipado com câmeras vai oferecer oficinas dos materiais em vídeo para que o conteúdo seja dinâmico, interativo e articulado ao currículo da rede estadual. Durante a visita, os participantes terão a chance de operar, gravar e criar conteúdo audiovisual para internet.

[adToAppearHere]

Fonte: http://www.educacao.sp.gov.br/

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *